Skip to content

EM FOCO

Lalo de Almeida

São Paulo, SP, 1970
EQUIPE TESTEMUNHA OCULAR

Lalo de Almeida estudou fotografia no Instituto Europeo di Design em Milão, na Itália. Há 27 anos trabalha para o jornal Folha de S. Paulo onde vem desenvolvendo narrativas multimídias premiadas internacionalmente como Um Mundo de Muros, Desigualdade Global, A Batalha de Belo Monte e Crise no Clima.

Seu ensaio sobre as vítimas do vírus Zika foi premiada, em 2017, no World Press Photo, o prêmio mais importante do fotojornalismo mundial. Em 2021, sua série de fotografias  Pantanal em Chamas conquistou o primeiro lugar na categoria Meio Ambiente novamente no World Press Photo. Ainda em 2021 foi escolhido como fotógrafo ibero-americano do ano pelo Pictures of the Year Latin America (POY Latam).

Paralelamente ao fotojornalismo, Lalo sempre desenvolveu trabalhos de documentação fotográfica como o projeto Distopia Amazônica que, em 2021, foi um dos contemplados pelo Eugene Smith Grant in Humanistic Photography.

Macaco bugio carbonizado em Santa Tereza, no Pantanal matogrossense. Folha de S.Paulo. Prêmio do World Press Photo. 2021